Dicas para a 33ª Mostra: 02/11

Um Homem Qualquer

Faltando apenas 4 dias pra o final oficial da 33ª Mostra Internacional de Cinema, você já deve ter a sua lista de filmes pronta para os próximos dias. Quem ainda não conseguiu ver nada da Mostra pode aproveitar o feriado para resolver esse problema. E lembrando que depois do fim oficial na próxima quinta, dia 5 de novembro, você ainda terá mais uma semana para conferir mais filmes durante a repescagem.

Se você não sabe o que é essa repescagem eu explico: é uma seleção dos filmes mais bem votados, dos ganhadores, sessões extra do filme de encerramento e mais algumas sessões dos filmes das retrospectivas. Todos os anos têm sido uma mistura disso. Não são todos os ganhadores que participam da repescagem, e apenas alguns das retrospectivas, mas é uma segunda chance para quem ainda não conferiu. Ela geralmente acontece em 2 salas, o CineBombril e o CineSesc, durante os primeiros dias e depois só em uma sala. O único problema é escolher qual dos filmes assistir, uma vez que há sempre bons filmes no mesmo horário. A programação dessa semana especial é liberada na noite de encerramento, e quem comprou pacote ou integral poderá retirar os ingressos apenas na sala do cinema escolhido e no dia.

Para quem ainda está perdido, a minha sugestão é conferir os indicados ao Troféu Bandeira Paulista que ainda serão exibidos durante a 33ª Mostra. São eles: Cúmplices (Complices), Dor -Fantasma (Phantomschmerz), Um Homem Qualquer (Um Homem Qualquer), Zero (Zero), Kimjongilia (Kimjongilia) e O Abraço Corporativo (O Abraço Corporativo).

Veneza Americana

Das duas sessões com debates programadas para hoje, apenas uma continua confirmada. Às 2h20 no CineBombril 1,  a sessão do filme 27 Cenas Sobre Jorgen Leth (27 Cenas Sobre Jorgen Leth) será seguida de debate com o diretor Amir Labaki. Já a sessão de Cinzas e Sangue (Cendres et Sang), às 21h no CineSESC, não contará com a presença da diretora conforme programado. Cinzas e Sangue é o filme de estréia da atriz Fanny Ardant na direção, que continua a temporada européia de sua peça “Music-Hall”, de Jean-Luc Lagarce e assim, não pode vir ao Brasil.

Para quem não quer gastar a minha sugestão é aproveitar a sessão gratuita do Vão Livre do MASP. Será exibida uma cópia restaurada do clássico do Cinema Novo Macunaíma, de Joaquim Pedro de Andrade, às 19h30.

Além de Macunaíma, outros 4 filmes nacionais terão sua única exibição durante a 33ª Mostra hoje, todos com cópias restauradas. São eles: Eles Não Usam Black-Tie, de Leon Hirszman; o único filme silencioso dessa edição da Mostra, e que pertence ao Ciclo do Recife, Veneza Americana , de J. Cambière e Ugo Falangola; O Despertar Da Besta, de José Mojica Marins, o Zé do Caixão; e A Hora da Estrela, de Suzana Amaral. A sessão especial de A Hora da Estrela contará com a presença da diretora, que também faz parte do Júri da 33ª Mostra, e da atriz principal do filme Marcélia Cartaxo.

Macabro

Para os fãs do cinema de terror, sugiro Macabro (Darah), dos The Mo Brothers, dupla formada por Timo Tjahjanto e Kimo Stamboel.  Todos que eu vi, que gostam de filmes do gênero, falaram bem dessa co-produção Cingapura/ Indonésia. Essa primeira sessão do filme será às 22h30 no Unibanco Arteplex 5. O filme terá mais duas sessão na 33ª Mostra, nos dias 4 e 5 de novembro.

Hoje também é dia de tentar conferir alguns filmes pela última vez nessa edição da Mostra, como A Pequenina (La Pivellina), de Rainer Frimmel e Tizza Covi; Dente Canino (Kynodontas), de Yorgos Lanthimos, London River (London River), de Rachid Bouchareb; Alga Doce (Tatarak), de Andrzej Wajda; e A Mulher do Lado (La Femme D’à Côté), de François Truffaut.

Lembrando que, no pior dos cenários, você ainda poderá conferir alguns dos filmes em casa, através da versão da 33ª Mostra Internacional de Cinema Online, no site The Auteurs. São 26 filmes que ainda estão disponíveis para assistir online, incluindo o fabuloso Vencer, que eu tive o prazer de assistir ontem à noite, e que terá apenas mais uma sessão durante a Mostra.

About Bibi