Dicas para a 32ª Mostra: 26 de outubro

My Winnipeg

Neste domingo será exibida uma das minhas atrações preferidas nessa Mostra, um dos dois filmes mudos programados para exibição, O Homem que Ri (1928). De acordo com críticas, O Homem Que Ri, adapatação do livro homônimo de Victor Hugo, é o melhor filme do diretor alemão Paul Leni. Filmado em Hollywood, o filme foi realizado durante a transição do cinema mudo para o cinema sonoro, e foi lançado com efeitos sonoros e uma trilha musical. A combinação de Paul Leni, com Conrad Veidt, Victor Hugo e o acompanhamento ao vivo do grupo Octuor de France é certamente imperdível. Apresentação única, hoje no Cinesesc, às 20h20. Se perder ainda é possível conferir o filme em DVD, mas com outra trilha sonora é claro.

No estilo cinema mudo, com montagem soviética, com realismo poético francês, animação de silhuetas, montagem de cenas, fantasia, lembranças de infância e homenagem à terra natal, sugiro o fabuloso Meu Winnipeg (2008) do diretor canadense Guy Maddin. O filme é uma mistura documentário, sonho e crítica à cidade natal do diretor. Acompanhado por uma narração por vezes frenética, Meu Winnipeg é mais um deleite visual para fãs do diretor. Se ainda não conhece os filmes de Maddin, confira o trailer do filme antes de se aventurar.

Quem ainda não viu nada da retrospectiva Kihachi Okamoto pode aproveitar para passar todo o domingo na Cinemateca. A seleção de filmes de Okamoto para hoje é fantástica, só coisas boas mesmo, de filmes de samurai à filmes de guerra e comédias. Se eu não fosse tão louca por filmes mudos passaria o dia lá. Outras dicas para hoje:

A Batalha de Okinawa (1971), Kihachi Okamoto
A canção dos pardais (2008), Majid Majidi
A espada da maldição (1966), Kihachi Okamoto
A fronteira da Alvorada (2008), Philippe Garrel
A Sereia do Mississipi (1968), François Truffaut
A Vida Elegante do Sr. Comum (1963), Kihachi Okamoto
Bala Humana (1968), Kihachi Okamoto
Berlin Alexanderplatz – episódios 2,3 e 4 (1980), Rainer Werner Fassbinder
Choke (2008), Clark Gregg
Confissões de Super Heróis (2007), Matt Ogens
Gomorra (2008), Matteo Garrone
Juventude (2008), Domingos Oliveira
Mil Anos de Orações (2007), Wayne Wang
O Pequeno Soldado (1963), Jean-Luc Godard
O Silêncio de Lorna (2008), Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne
Revolução Revisitada (2008), Hugh Hudson
Rio Congelado (2008), Courtney Hunt
Rufião do Inferno (1961), Kihachi Okamoto
Um homem bom (2008), Vicente Amorim

Depois da sessão de Revolução Revisitada no Unibanco Arteplex às 20h, haverá um debate com o diretor Hugh Hudson às 22h. Para o Clube da Mostra estão programados dois eventos que valem a pena ser vistos: às 17h30 O “Toque Kihachi”, segundo Mineko Okamoto, viúva do diretor, e às 19h30 Encontro com Samira Makhmalbaf, que além de habitué da Mostra com seus filmes, faz parte do júri oficial esse ano.

About Bibi