Imagens de Delicatessen

Delicatessen

O diretor francês Jean-Pierre Jeunet provavelmente ficará marcado para sempre como o diretor de O Fabuloso Destino de Amélie Poulain, a não ser que faça um filme mais popular do que esse. O filme é um deslumbre visual, a música é maravilhosa e a fotografia, principalmente movimentação de câmera, é soberba. Mas não é o meu favorito do diretor. Talvez por ser bonitinho de mais e não ser estranho o bastante.

Meu filme favorito dele é Delicatessen (1991), co-dirigido por Marc Caro. O filme de humor-negro se passa num prédio residencial onde há um açougue no andar térreo cujo nome é “delicatessen”. O problema é vive faltando carne no açougue, deixando os moradores preocupados. O prédio de aparência macabra não é seguro durante a noite, e os moradores tentam a todo custa ignorar os ruídos assustadores ouvidos durante a noite. Pouco depois algum morador desaparece, e o açougue é mais uma vez abastecido com carne. Daí você pode imaginar o que se passa em tal lugar. Aliás, o filme não tenta encobrir isso.

Com uma atmosfera sinistra, o filme é fortemente marcado por sua força estética, desde os personagens caricatos filmados de modo a acentuar ainda mais sua estranheza, passando situações bizarras filmadas com ângulos não convencionais, até a fotografia que acentua o tom fantasioso e surrealista do filme. Várias imagens do filme estão disponíveis na comunidade Nostalgia Party No. 2. Se você nunca viu o filme e não quer saber o final pare no meio.

Delicatessen é uma fábula, mesmo que sua narrativa e seu desenrolar, que se aproxima de um filme de terror, digam que não. Grande parte de seu êxito é devido a ótima atuação de Dominique Pinon, no papel principal como Louison, Jean-Claude Dreyfus como Clapet, o açougueiro e Marie-Laure Dougnac como Julie Clapet, o par romântico de Pinon.

About Bibi