Things to Come

Things to Come poster

O escritor inglês Herbert George Wells, mais conhecido como H. G. Wells, foi um dos grandes fundadores da ficção científica. Seu livros não só se tornaram grandes clássicos, como aguçaram a mente de milhões: escritores, artistas, sonhadores e cineastas. Bem, não só cineastas. Também os produtores, roteiristas, diretores de arte… e por aí vai. Wells continuou a tradição de criar universos fantásticos, de se aproveitar do medo do desconhecido que as pessoas têm. E através de suas descrições detalhadas, ajudou a ampliar um pouco mais os horizontes de nossa imaginação.

Wells ajudou também a consolidar um dos gêneros mais populares no cinema e na televisão: a ficção científica. Vários clássicos do gênero foram baseados em seus livros. O mais famoso deles talvez seja A Guerra dos Mundos, e infelizmente graças a péssima versão dirigida por Steven Spielberg e estrelada pelo ainda pior Tom Cruise. Mas isso é motivo para outro tópico.

Daqui a Cem Anos

A minha versão preferida de A Guerra dos Mundos é a versão lida por Orson Welles no rádio em 1938, que fez milhares de americanos entrar em pânico. Quem nunca teve o prazer de ouvir essa narração, basta ir até o Internet Archive para resolver o problema. Mas versão cinematográfica é a de 1953. Se não leu eu aconselho ler, se você gosta do gênero: o livro é realmente bom.

Para falar a verdade, eu prefiro as versões antigas, em preto e branco de seus filmes, que hoje em dia parecem até toscas. E é aí que está o charme: eles tentavam se aproximar o máximo que podiam, e hoje em dia não parece nada, mas pelo menos divertem. As versões novas se levam tão a sério que cansam. E várias extrapolam em efeitos.

El Mundo en Guerra

Falando em versões antigas de filmes baseados em livros de H.G. Wells, Things to Come, conhecido por aqui como Daqui a Cem Anos, é um dos clássicos. A bela adaptação inglesa do filme foi dirigida por William Cameron Menzies, e produzida por Alexander Korda. Deve ter sido um sucesso entre os rapazes da época: têm ação, efeitos especiais, guerra, viagem no tempo e uma bela heroína com roupas futuristas, que a ressaltam ainda mais.

O filme foi baseado no romance The Shape of Things to Come, publicado em 1933. Ele pode ser lido on-line no site da Biblioteca de Universidade de Adelaide. Já o filme pode ser baixado no Internet Archive, e visto no Videos with Bibi.

As imagens dessa entrada foram todas retiradas do site Things to Come, criado em homenagem e para celebrar o filme. Há uma bela seleção de material por lá: posters de divulgação em vários países, lobby cards, outros materiais de divulgação, coisas que saíram na imprensa, fotografias, capas de livros, discos e cds. Vale à pena dar uma olhada. (via Bibi’s box)

About Bibi