Why We Fight

Why We Fight

Todos aqueles que estudam cinema, ou se interessam pela história dos documentários, em algum momento se depararam com a série de documentários produzida por Frank Capra para o governo americano durante a 2ª Guerra Mundial: Why We Fight. Documentários… esse é um daqueles momentos em que pensamos mais uma vez no que a palavra documentário quer dizer. Em boa parte das vezes a melhor definição de documentário é transmitir imagens de uma realidade de forma objetiva. Aí começam os problemas: toda edição torna um filme sujtivo. Mesmo a filmagem de uma determinada cena, sem edição nenhuma já perde um pouco da objetividade, uma vez que escolhemos o ângulo, o local e ás vezes a pessoa.

Pronto, rompido o mito de que documentários são aqueles filmes feitos para transmitir somente a realidade dos fatos, agora voltemos ao Why We Fight. A mente engenhosa de Capra foi responsável por construir sete belos documentários de propaganda para o governo dos EUA durante a guerra. Transmitir a verdade? Sim, mas distorcendo um pouco os fatos, alterando a realidade e favorecendo o ponto de vista do interessado. O que esses documentário fazem é, basicamente, para não dizer lavagem cerebral, convencer o público de que o inimigo é um monstro e que precisa ser combatido a todo custo, justificando o envolvimento dos EUA na segunda Guerra Mundial.

Contruídos através de imagens obitdas pelas filmagens de americanos durante a guerra, imagens de filmes de propaganda dos inimigos e “animações”, esses documentários são maravilhosos exemplos históricos de como se construir uma realidade, de como conquistar seu público. Com o nome de Franka Capra na direção, o resultado não é de se espantar: é cinema puro. Há os heróis, há os vilões, a uma história como fundo e há o motivo pelo qual os problemas que se desenrolam ao longo do filme. Só são um tanto, como diria, chatos, se você está procurando por diversão apenas. Mas também não são filmes feitos para pensar, pois, afinal de contas, a mensagem está toda lá, não é preciso concluir nada, eles já mostram o que querem que você pense.

A edição desses filmes é a parte mais genial, transformando imagens de registro em cenas emocionantes, criando momentos de tensão, atraindo a atenção da platéia, e conduzindo-a para o desfeche, o que aqui siginifica a razão da guerra. É um filme de ação, a diferença é que os atores são reais, o cenário não é construído e é baseado em fatos reais, como vários filmes gostam de dizer. Claro que eles não têm um final feliz, já que a a guerra ainda estava em andamento naquela época, mas a montagem te conduz para a conclusão de um final feliz, com a vitória dos aliados.

Eu sou totalmente contra guerras, só que eu amo cinema, e filmes bem feitos. E é por isso mesmo que recomendo para aqueles que gostam de cinema ou querem entender como um filme funciona, esses documentários. Eles são parte da nossa história, da história do cinema, da história política e da história da propaganda. Hoje em dia são fáceis de achar e já foram lançados em DVD. A melhor parte é que eles estão em domínio público, já que foram feitos pelo governo. Podem ser baixados no Intenet Archive na sessão Cinemocracy, onde há vários outros documentários feitos durante a 2ª Guerra, e podem ser vistos no Google Video.

Abaixo estão listados os capítulos dos 7 filmes da série com os links com mais informações sobre eles e onde podem ser vistos e baixados. Os quatro primeiros episódios já estão disponíveis para serem assistidos on-line, os demais serão providenciados em breve, já que farei upload deles para o Google Video. Assim que estiverem on-line atualizarei o post com os links.

Prelude to War: primeiro capítulo da série, apresenta os problemas da guerra e porque os soldados devem ir combater. downloadassistir.

The Nazis Strike – Wikipedia, the free encyclopedia: a segunda parte apresenta a ameaça do nazismo e o plano de dominação mundial de Adolf Hitler. downloadassistir.

Divide and Conquer: terceiro episódio, onde, após a invasão da Polônia, a Europa está dividida pela invasão alemã. download. Curiosamente este episódio está dividido em 4 partes para assistir: 1ª parte, 2ª parte, 3ª parte e 4ª e última parte.

The Battle of Britain: quarto episódio, mostra a Inglaterra e as ilhas britãnicas lutando contras as forças inimigas da Alemanha. downloadassistir.

The Battle of Russia: quinto e mais longo episódio, dividido em duas partes, faz uma retrospectiva de tentativas anteriores de invasão a União Soviética, fala sorbe o clima – que salvou o país das invasões diversas vezes, e apresenta aspectos positivos da União Soviética, citando autores, músicos e a cultura. Deve ser visto só pelo prazer de ver os americanos falando bem dos russos. Download 1ª parte e 2ª parte. assistir.

The Battle of China: sexto episódio, fala sobre a história moderna da China e da invasão japonesa. downloadassistir.

War Comes to America: sétimo e último episódio fala dos EUA, de sua história, da guerra civil, das guerras contra outros países e de Peal Harbor, claro. downloadassistir.

Atualização: modifiquei os links, já que os meus uploads foram removidos. Todos os links e vídeos agora funcionam.

About Bibi